A Cura do Masculino

Esse texto é um convite a todos os homens que buscam se libertar dos velhos padrões de pensamento e comportamento social que há milênios os impedem de fluir sua energia vital de modo equilibrado no mundo e consigo mesmo.

Para isso é preciso compreender o que é essa energia vital.

Todos nós, homens e mulheres somos compostos de energias masculinas e femininas. Essas energias regem nossas ações no mundo perante a nossa própria experiência de vida e tem como objetivo nos equilibrar diante das inúmeras aventuras que teremos nessa jornada que é VIVER e CONVIVER.

 

Porém,  a predominância da energia masculina e a opressão à energia feminina (tanto a que atua nos homens quanto a que atua no mundo), cria uma relação desarmônica , gerando uma enorme confusão sobre o que é ser homem e ser mulher.

Meninos cresceram ouvindo que homem de verdade não chora.

Cresceram ouvindo que homem não debate, ele faz!

Cresceram ouvindo que homens trabalham e não cuidam do lar.

Cresceram ouvindo que sexo e amor não se convergem

Cresceram com medo de que seus órgãos genitais não tivessem o tamanho ideal.

Cresceram ouvindo que quanto mais dinheiro acumularem mais másculos serão.

Cresceram ouvindo de seus agressores que se abrissem a boca seriam ainda mais fracos, afinal homem é forte e aguenta tudo.

Cresceram ouvindo que compartilhar as suas dores e amores não é coisa de homem.

E que ser homem de verdade é pertencer ao topo da cadeia alimentar, ou seja: siga as instruções acima ou será devorado!

Todas essas crenças e tantas outras são disseminadas aos meninos desde cedo. Elas potencializam manifestações de auto destruição a longo prazo, oprimindo as reais forças masculinas de atuarem na vida do indivíduo.

A energia masculina é o potencial realizador, é a capacidade de ação e reação, é a defesa, é a iniciativa, é o cuidado, o prover, a resiliência, a proteção, a justiça, a observação, o método, o silêncio, é o Amor!

Curar o masculino é acima de tudo reconhecer e reverenciar o feminino que habita nosso ser com tranquilidade.

A cura do masculino é necessária para que cada indivíduo se liberte e seja quem quiser ser.

A cura do masculino é sentir-se pertencente a raça humana, aquela que tem como característica a inteligência, a criatividade, e todos os aspectos emocionais, sentimentais, afetivos pulsando dentro de nós e que regem nossos caminhos, que nos defendem, que nos fazem prosperar plenamente.

Curar o masculino é empoderar-se através de sua individualidade, é sentir-se justo, é sentir-se semeando o mundo com seus dons e seus talentos.

É poder olhar para sua dor e reconhecer que este ato é sua fortaleza reverenciando o guerreiro que habita seu ser.

É participar ativamente de tudo que queira, desde o nascimento e criação de seus filhos, ao cuidado com o seu lar, é amar seu corpo como ele é.

Curar o masculino é descobrir o mundo com todos os sentidos!

Se este texto fez sentido para você, sinta-se encorajado ou encoraje essa pessoa que está em sua mente a buscar um espaço seguro de acolhimento para aprofundar-se em sua história e ressignificá-la.

É necessário

É possível

É um ato de amor!

Texto: Thais de Castro
Revisão e colaboração: Talita de Castro

Deixe uma resposta